Logomarca do site Literatura Jurídica

OS Cybercrimes Internacionais E a Convenção de Budapeste - Rumo a Um Direito Global Para a Internet

O livro "OS Cybercrimes Internacionais E a Convenção de Budapeste - Rumo a Um Direito Global Para a Internet" foi escrito por F Almeida, Veronica Scriptore, Freire E Almeida, Daniel e tem 230 páginas para você aproveitar.

Quero este livro!

Neste site você vai encontrar uma série de informações relevantes sobre o livro OS Cybercrimes Internacionais E a Convenção de Budapeste - Rumo a Um Direito Global Para a Internet. Resenhas, Resumos, Sinopse, PDF, Ficha Técnica e opção para Ler Online. Navegue pelo site rolando esta página para baixo e aproveite bastante!

Sinopse, Resumo ou descrição

A Internet é considerada uma das maiores revoluções da história da humanidade.

Pela primeira vez, pessoas de diferentes partes do mundo, com culturas as mais diferentes entre si, podem estabelecer contatos e contratos internacionais

Este novo ambiente digital vem trazendo inúmeras e infindáveis oportunidades de conexão e estreitamento de laços em todos os níveis.

As empresas, por sua vez, encontraram na Internet um canal direto e instantâneo, aproximando-se de seus potenciais consumidores na distância de click

Por outro lado, a Internet constituiu-se em ambiente no qual as atividades criminosas também podem prosperar, aproveitando-se das características próprias da rede.

Em geral, atividades criminosas antigas ganharam novo contexto de atuação, sendo também ampliadas, como no caso dos crimes de injúria, calúnia e difamação.

Em especial, novas modalidades criminosas foram criadas por hackers e crackers, como a interceptação de sistemas informáticos, a captura e destruição de dados, a cyberespionage, a cyber warfare, os cyber attacks, a revenge porn, o doxing, o formjacking, a derrubada proposital de conexão, o cryptojacking, o roubo de dinheiro de instituições financeiras, entre muitos outros cybercrimes.

A potencializar ainda mais o impacto destas novas modalidades estão o ambiente global da Internet, a distância entre a vítima e o criminoso, a dificuldade de identificação e efetivo julgamento de pessoas internacionalmente distantes e, ainda, a utilização de robôs e software robô

Este novo ambiente digital clama por novas tipificações legais, novos acordos internacionais e novas formas de julgamento internacional destas demandas, como a implementação de um Tribunal Internacional para a Internet

Embora nem todos os desafios sejam novos ao Direito, a Internet vem destruindo as capacidades jurídicas antigas no combate aos cybercrimes.

Logo, novas reflexões e saídas precisam ser formuladas e implementadas

Por conseguinte, o presente livro reúne relevantes capítulos que procuram demonstrar os desafios dos cybercrimes internacionais em diferentes contextos.

Participam do presente livro, Daniel Freire e Almeida, Felipe Augusto de Melo e Torres, Francinílcia Leite Melo, Francisca da Glória Menezes de Oliveira, Magda Lygia de Albuquerque Tateyama, Rodrigo Rocha Gomes de Loiola, Verônica Scriptore F. Almeida.

Ficha Técnica do Livro

Separamos para você, através dessa ficha técnica, as características principais deste livro para te entregar todas as informações necessárias para decidir ou não pela compra.

TítuloOS Cybercrimes Internacionais E a Convenção de Budapeste - Rumo a Um Direito Global Para a Internet
Autor(es)F Almeida, Veronica Scriptore, Freire E Almeida, Daniel
ISBN9783952519929
EditoraLawinter Editions
Quantidade de páginas230 páginas
Publicado em18 de Dezembro de 2019
É possivel ler online?Verifique Aqui

Livro OS Cybercrimes Internacionais E a Convenção de Budapeste - Rumo a Um Direito Global Para a Internet em PDF

Um arquivo PDF é um documento portátil que pode ser aberto em qualquer plataforma sem que perca suas características originais. Ele é usado muitas vezes para a troca de documentos de texto (como livros, revistas, jornais) e é amplamente difundido na internet.

Disponibizamos aqui no Literatura Jurídica uma versão em PDF das informações gerais sobre este livro, para que você possa indicar e compartilhar com os seus amigos. Utilize o botão abaixo para salvar o arquivo compartilhável que criamos para este livro em PDF.

Onde comprar a versão física deste livro? Qual é o preço?

Pesquisamos em várias livrarias de todo o país e chegamos à conclusão de que o melhor custo/benefício para a compra do livro OS Cybercrimes Internacionais E a Convenção de Budapeste - Rumo a Um Direito Global Para a Internet é da loja da Amazon.

A Amazon tem uma política muito segura e diversas opções de pagamento, assim você pode comprar seu livro com segurança e ter a certeza de que ele vai chegar na sua casa com todo o carinho e qualidade.

De qualquer forma, você pode consultar o preço do livro nas outras lojas parceiras.

Loja Preço
Amazon

⭐ Melhor Custo/Benefício

⭐ Melhor Custo/BenefícioVerificar preço

Ler online o livro OS Cybercrimes Internacionais E a Convenção de Budapeste - Rumo a Um Direito Global Para a Internet

Exemplo de leitura online através do Kindle

Ler livros online tem se tornado cada vez mais comum entre os jovens que cresceram depois do surgimento da internet. Um dos melhores aparelhos para fazer este tipo de leitura é o Kindle, que permite que você leia livros online mesmo em um local com alta luminosidade. Se você tiver a oportunidade, vale à pena usar pois ele não vai prejudicar a sua visão.

Os autores e editoras costumam disponibilizar a leitura online e às vezes retirar ela do ar. Caso você queira verificar se o livro OS Cybercrimes Internacionais E a Convenção de Budapeste - Rumo a Um Direito Global Para a Internet está disponível para ler online, pedimos que acesse o botão abaixo.

Nota ao Autor

É importante ressaltar ao autor ou responsável pelo livro que somos contra a pirataria. O objetivo deste site fazer com que os usuários divulguem os livros dos autores, para que estes possam vender ainda mais.

Dessa forma, entregamos ao usuário a foto da capa e ficha técnica do livro. Oferecemos também, um arquivo PDF contendo apenas um breve resumo do livro, com links para compra, além da leitura online, que é um meio de auxiliar no processo decisório do leitor.